quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O Ceará não tira férias!


Nação Alvinegra,

O Vozão segue emocionando e orgulhando sua torcida. O campeonato brasileiro foi marcado por luta e superação. O campeonato brasileiro sub-20 não poderia ser diferente. A molecada mostrou que não tá de brincadeira e na RAÇA conseguiu uma dramática classificação para as quartas de final do campeonato ao vencer o Botafogo com gol do garoto Maxuell.

O Vozão abriu o marcador logo no início, aos 9 minutos, e aí foi segurar a pressão botafoguense durante o restante da partida. E como diz o sábio Galvão Bueno: HAAAAJA CORAÇÃO, AMIGO!

Final de jogo, alegria tomando conta dos meninos e da imensa torcida que aguardava ansiosa o resultado. Vozão bonito 1×0.

Falando em aguardar o resultado, após o apito, nem tudo estava garantido. A torcida alvinegra precisava secar o Grêmio que jogava em casa contra o Grêmio Fake. Final 0×0. Agora sim, classificação garantida!

Valeu, garotada! Vocês orgulham a maior torcida do Nordeste!

Agora, que venha o Palmeiras.

___

E o Brasileirão Petrobrás? Chegou ao fim, lançou um filmaço mostrando todas as torcidas e presenteou um alvinegro com uma camisa. O felizardo foi o Levy Oliveira! Clique aqui para ver a camisa.

O sangue bom ganhou uma camisa oficial. Acho até que ele usou uma frase minha para a promoção no twitter. Com isso, vou reinvidicar essa camisa para mim, Levy.

___

Alvinegros pelo Mundo – A nossa viagem não tem fim. O viajante da vez é o Lucas Mendes que viajou para África. Viu a copa, viu o Dunga sifu, aproveitou e foi ver a final.

Lucas (com camisa do Vozão) em frente ao Soccer City, antes de Espanha x Holanda na final. Clique aqui para ver!

___

Outro tema que vem enlouquecendo a gandaia: contratações e dispensas. Especulações!

Não gosto de ficar pensando em quem poderia vir ou não. Especulação é um saco! Existe algumas especulações que vem tirando o sono da torcida. Saída ou não de Magno Alves e Geraldo. Chegada de Mota e Iarley.

Vamos às dispensas. Gostei das saídas de Vandinho, Kempes, Oziel, Wellington Amorim, Jean Carlos e Tony. Acho que nessa barca ainda deveria estar o Adílson e Washington. A única dispensa que não aprovei foi a de Marcos Pimentel. Considero um bom lateral direito e pdoeria nos ajudar bastante.

Renovações – Fiquei muito feliz com a renovação do Reina. Jogador rápido e de bom drible. Será essencial. Apesar da falta de gols, também torci pela renovação do Nicácio. Magno Alves continua analisando propostas de Fluminense e Atlético/MG. Espero que fique. Geraldo desapareceu. Procura-se vivo ou morto. Quer ir embora, capitão? Obrigado e boa sorte!

Contratações – Gostei muito da contratação do Diabo Loiro. Junior Pipoca é goleador, sabe colocar a gordinha na rede. Torço para dar certo! O Mota é uma novela a ser resolvida com o clube dele na conchichina. Agiliza lá, Mota! Por favor! E o Mr. Libertadores, Iarley, cosidero difícil. Apenas em caso de dispensa do Corinthians. Ainda assim ele tem mercado e vários times iriam disputar o passe dele.

Adriano afirma a jornal que continuará no Roma até 2012


O atacante Adriano, do Roma, desmentiu as informações sobre seu possível retorno ao Brasil nesta quinta-feira, e afirmou que permanecerá na equipe até 2012, quando terminará seu contrato com o clube.

Após vários dias de especulações indicando que o jogador estaria indo para o Corinthians, Adriano, em entrevista publicada pelo jornal italiano "Corriere dello Sport", terminou com a polêmica e disse que seguirá feliz no Roma.

- O que conta é o que eu digo e repito pela enésima vez que o Roma é e será meu time - afirmou o atacante que foi eleito o pior jogador italiano nesta semana.

Precisamente, as notícias sobre sua suposta saída do time da capital italiana surgiram após o confronto contra o Cluj, pela Liga dos Campeões.

Agora Adriano pretende representar de verdade uma nova contratação e espera jogar com certa continuidade.

O jogador também foi perguntado sobre os interesses de Corinthians, Palmeiras e Flamengo.

- Eu sou muito ligado ao Flamengo, mas eu fiz a minha escolha e essa escolha é o Roma. É bom saber sobre o interesse de vários clubes. Quero que 2011 seja o ano da volta do Imperador - finalizou.

EU VOLTEI E AGORA É PRA FICAR.


Diego Cavalieri deve ser o primeiro reforço do Flamengo para 2011


Na busca pela reformulação de seu elenco para a próxima temporada, o Flamengo está perto de anunciar o goleiro Diego Cavalieri como seu primeiro reforço. O jogador, de 28 anos, chegaria ao clube com um contrato de dois anos.

O desfecho da negociação depende do Cesena, atual clube do goleiro. Como é pouco aproveitado na equipe italiana, o próprio jogador negocia sua liberação, o que deve acontecer até o fim desta semana.

No Flamengo, a diretoria do clube não confirma a negociação, uma vez que adotou a tática de não falar sobre a procura por reforços. No entanto, uma fonte do clube confirmou que a diretoria praticamente fechou nesta quarta-feira com seu primeiro reforço para a próxima temporada.

Caso a negociação tenha um desfecho favorável, Cavalieri será a primeira contratação de peso do Flamengo para a posição desde a prisão de Bruno, em julho. Desde então, Marcelo Lomba assumiu a titularidade, mas algumas falhas na reta final do Campeonato Brasileiro fizeram com que a diretoria procurasse um goleiro mais experiente.

Revelado pelo Palmeiras, onde foi comandado por Vanderlei Luxemburgo, Diego Cavalieri acertou com o Liverpool em 2008. No clube inglês, porém, sempre foi reserva de Pepe Reina, o que o levou para o Cesena na última janela europeia. Fluminense e Santos também demonstraram interesse no atleta.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Deivid rescinde com Fenerbahçe e está perto de assinar com o Fla

O atacante Deivid não é mais jogador do Fenerbahçe. Em reunião na noite de quarta-feira, que se estendeu pela madrugada no horário turco, o artilheiro entrou em acordo com os dirigentes do clube para a rescisão do contrato, que era válido até junho de 2012.

Assim, Deivid está livre para acertar contrato com o Flamengo. Clube e jogador já estão negociando a contratação há alguns dias.

- Estamos conversando com o Zico (diretor executivo de futebol do clube carioca) e outros dirigentes do Flamengo. Restam alguns detalhes, mas acredito que nas próximas horas tudo será resolvido, até porque hoje (quinta-feira) é o último dia para os clubes brasileiros inscreverem jogadores que estão no exterior - disse Deivid, em declaração reproduzida pelo seu site oficial.

Depois do adeus de Adriano e Vagner Love, o Flamengo já contratou Val Baiano, Leandro Amaral e Borja para o ataque. Mas a diretoria estava em busca de outro jogador renomado para suprir a saída do chamado "Império do Amor".

O clube ainda tenta a contratação de Diogo, do Olympiacos. Porém, a negociação do atacante está complicada, pois o técnico Ernesto Valverde, do clube grego, não quer liberar o jogador, segundo informa a imprensa do país
Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro

Fla fecha com Diogo por um ano

O Flamengo fechou nesta terça-feira a contratação do atacante Diogo, que pertence ao Olympiacos. O clube irá pagar aos gregos um milhão de euros (aproximadamente R$ 2,25 milhões) pelo empréstimo de um ano. O jogador receberá cerca de R$ 2, 7 milhões pelo acordo.

A diretoria rubro-negra, no entanto, não fará o anúncio oficial antes de conseguir a inscrição de Diogo na CBF. Os dirigentes temem que um possível atraso nas questões burocráticas atrapalhe sua regularização antes de quinta-feira, prazo final para contratações internacionais.

Diogo brilhou pela Portuguesa até 2008, quando se transferiu para o futebol grego. No início de 2010, clubes paulistas tentaram o seu empréstimo, mas o Olympiacos chegou a pedir cerca de 800 mil euros pela liberação. Na Grécia, o atacante foi treinado por Zico, atualmente diretor executivo do Flamengo.

Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Sem encontrar um técnico, Tricolor resolve colocar Baresi no comando

Com seus principais alvos presos em contratos com altas multas rescisórias, a diretoria do São Paulo resolveu utilizar uma solução caseira e anunciou que Sergio Baresi, de 37 anos, que comandou a equipe que conquistou a Copa São Paulo de juniores no início do ano, vai assumir o comando do time profissional, em substituição a Ricardo Gomes. Ele será oficialmente apresentado na manhã desta terça-feira, no CT da Barra Funda.

Não há a certeza de quanto tempo Baresi ficará na função de treinador. A princípio, ele comandará o time enquanto a diretoria não contratar alguém com mais experiência.

Segundo o vice-presidente de futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, não haveria melhor solução nesse momento.

- Entendemos que essa é a alternativa. Temos acompanhado o trabalho dele nas categorias de base. Queremos, com isso, prestigiar o trabalho que está sendo feito em Cotia – afirmou o dirigente.

Por Marcelo Prado
São Paulo
Marcelinho é uma das apostas da base, foi
campeão com Baresi no início do ano e agora
treina no time profissional
(Foto: Reprodução / Site Oficial do São Paulo)A chegada de Baresi ao time profissional traz uma certeza: ao contrário do que aconteceu com Muricy Ramalho e Ricardo Gomes, os atletas revelados na base do São Paulo serão aproveitados no time profissional. Os últimos dois treinadores foram muito criticados por darem pouco espaço a outros garotos que, sem chance, acabaram emprestados para outros times.

Os atacantes Henrique e Mazola são exemplos disso. Sem chances, hoje defendem Vitória e Guarani no Campeonato Brasileiro. No elenco atual,quatro atletas que foram campeões da Copinha com Baresi treinam no CT da Barra Funda: os volantes Casemiro e Jose Vitor, o meia Marcelinho e o atacante Lucas Gaúcho.

Calma para escolher um nome

A decisão de efetivar Baresi mostra que o São Paulo quer um técnico consagrado para assumir a equipe. Só que as melhores opções não podem vir agora. Abel Braga, maior sonho do presidente Juvenal Juvêncio e que hoje está no Al-Jazira, tem multa estipulada em US$ 2 milhões (R$ 3,7 milhões). Paulo Autuori, que foi campeão sul-americano e mundial em 2005, hoje comanda o Al-Rayyan e, para sair, existe uma multa de US$ 1,5 milhão (R$ 2,6 milhões). Vanderlei Luxemburgo, que seria outra alternativa, também está preso ao contrato no Galo. Com isso, a diretoria vai esperar para dar o próximo passo.

- Ele assume interinamente, com todos os poderes de um técnico. Isso nos dá tempo e tranquilidade para, no momento oportuno, definir quem assumirá efetivamente. Estamos em um momento que a maioria dos técnicos está sob contrato. Com o Baresi à frente da equipe, temos tempo para avaliar a situação melhor- afirmou o diretor de futebol, João Paulo de Jesus Lopes

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Colônia brasileira em Guadalajara dá apoio ao Inter contra o Chivas


Um pouco por influência da passagem da seleção brasileira pela cidade na Copa de 70, um pouco pelo clima agradável, outro tanto pelas oportunidades comerciais, Guadalajara é repleta de brasileiros. Eles criaram uma colônia verde-amarela por ali, com churrasco e cerveja aos domingos, com o futebol rolando solto na televisão, como se estivessem em casa. São centenas. E muitos deles estarão ao lado do Inter no primeiro duelo da final da Libertadores, quarta-feira, no Estádio Omnilife, contra o Chivas.

Os brasileiros deixaram seu país de origem para tentar a sorte no México, aproveitar as oportunidades que o país oferece. São trabalhadores dos ramos mais diferentes: calçados, informática, telefonia celular. E saídos de tudo que é canto: São Paulo, Minas Gerais, Paraná e, claro, o Rio Grande do Sul. Rosa Maria Rodrigues, que costuma reunir os brasileiros em Guadalajara, calcula que até 800 conterrâneos morem ali.

Por Alexandre Alliatti
Direto de Guadalajara, México

Deco é apresentado e agradece o esforço da diretoria tricolor


Deco foi apresentado nesta segunda-feira como jogador do Fluminense. O evento aconteceu em um hotel da Zona Sul do Rio de Janeiro. Em suas primeiras palavras, o meia de 32 anos agradeceu o esforço do Fluminense para contratá-lo. O jogador, que estava no Chelsea, assinou um contrato de dois anos com o clube carioca. Ele está treinando há uma semana na cidade para recuperar a forma física.

- Quero agradecer o esforço do clube, que sei que foi grande. Não somente financeiro, mas pelo desejo de resolver as coisas para que tudo desse certo. É uma responsabilidade grande voltar ao Brasil. Alguns amigos me criticaram por achar que não era o momento, que não devia abrir mão do contrato com o Chelsea, mas tinha a missão e o sonho de voltar. O Fluminense me abriu as portas, me quis de verdade, mostrou que queria e apresentou um projeto sério, para ser campeão e ganhar títulos. Tenho certeza de que vou ser bem feliz aqui - disse Deco.

Deco vai vestir a camisa 20 do Fluminense. O jogador retorna ao futebol brasileiro após 13 anos atuando pela Europa.

- O time está bem, tem grandes jogadores, o elenco é fantástico. Espero dar o meu melhor, conquistar o meu espaço e o Fluminense ser campeão. Quero estrear o mais rápido possível - disse Deco.

Por Cahe Mota e Márcio Iannacca
Rio de Janeiro

Esperanças do Fla, Renato e Leandro Amaral fazem treino físico na Gávea


Os jogadores do Flamengo ganharam a segunda-feira de folga após a derrota para o Corinthians por 1 a 0, domingo, no Pacaembu, mas um grupo acordou cedo e foi para a Gávea para a realização de um treino físico. Entre eles o atacante Leandro Amaral e o meia Renato, que, de acordo com o técnico Rogério Lourenço, têm boas chances de estarem na relação para o jogo contra o Ceará, no próximo sábado, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã.

A expectativa é de que os dois possam ajudar a inverter a má fase do time, que não vence há quatro partidas. A preocupação maior é com o sistema ofensivo, já que há três jogos que o time não faz gol. A esperança, desta forma, é que Leandro Amaral possa entrar e solucionar o problema, apesar de não balançar a rede desde 30 de novembro de 2008, quando fez dois no Coritiba com a camisa do Vasco. Ele ficou seis meses em recuperação por causa de uma artroscopia no joelho direito e de uma infecção causada por um fungo (Candida Albicans).

O atacante já está regularizado na CBF, ao contrário de Renato. Mas o meia está muito motivado para poder entrar o quanto antes em campo, apesar de ainda não estar no melhor da forma.


Além destes dois jogadores, participaram da atividade desta segunda, que durou cerca de uma hora, outros cinco atletas: Maldonado, Marquinhos, Rodrigo Alvim, Lenon e Toró. Este último, recuperado de uma fratura na mão esquerda, também tem chance de voltar a ser relacionado.

Contra o Ceará, Rogério Lourenço não poderá contar com o zagueiro Jean, que levou o terceiro cartão amarelo. A boa notícia é o retorno de Correa, que cumpriu suspensão na última partida.

Por Fred Huber
Rio de Janeiro

MARODONA É COGITADO PARA TÉCNICO DO SÃO PAULO!!!


Diretoria ainda analisa vários nomes. Meta é que ele seja contratado a tempo de trabalhar no clássico contra o Corinthians, no dia 22 de agosto

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

São Paulo x Inter: 90 minutos de luta pela chance de conquistar o mundo

Um duelo de titãs. O jogo mais esperado do futebol brasileiro em 2010 até o momento. De um lado, um São Paulo cambaleante, que aposta na mística da Libertadores, na força de sua torcida e no estádio do Morumbi para derrubar um Internacional guerreiro, que além de ter a raça e o coração no bico da chuteira, usa a história como combustível e conta com a vantagem de jogar pelo empate já que, até de maneira injusta, venceu no Beira-Rio apenas por 1 a 0, resultado que não refletiu o seu domínio em campo.

Nos noventa minutos em que a bola vai rolar no gramado do Cícero Pompeu de Toledo, além de uma vaga na decisão da competição mais importante das Américas, estará em jogo um lugar no Mundial de Clubes da Fifa, que será disputado em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Isso porque o Chivas, que é o outro finalista do torneio, não pode representar a América do Sul no torneio que será realizado em dezembro.

Aposta na base e tiros certos: como o Peixe formou o time de 2010


Foi em torno dos garotos Neymar e Paulo Henrique Ganso que Dorival Júnior começou a montar o time que até agora conquistou dois títulos em 2010: o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil, sendo o último nesta quarta à noite com uma derrota por 2 a 1 para o Vitória. Sua missão, sabia, não seria fácil. O técnico foi escolhido pelo presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro para remodelar o time santista (assista ao lado a todos os gols do título da Copa do Brasil).
A virada de 2009 para 2010 foi um ponto de ruptura no Santos. Após dez anos seguidos à frente do clube, Marcelo Teixeira perdeu a eleição, mas deixou dois títulos brasileiros, um centro de treinamento moderno e a Vila Belmiro remodelada. No entanto, dívidas foram criadas e isso custou caro ao dirigente, que perdeu a eleição, e ao clube, que fechou 2009 no vermelho.
O Alvinegro iniciou 2010 devendo R$ 177 milhões. A nova diretoria assumiu um clube com a folha de pagamento atrasada três meses. O elenco contava com jogadores caríssimos, como Fabão, Adaílton, Fábio Costa, Rodrigo Souto e Léo, todos com salários em torno de R$ 200 mil mensais. O jeito foi fechar a torneira. À força. Adailton, Fabão e Souto deixaram o clube. Léo e Fábio Costa tiveram de aceitar diminuição de seus vencimentos em troca de prorrogação contratual. O goleiro permaneceu na Vila Belmiro, porém uma grave lesão no pé direito, que o deixou inativo por 14 meses, e o clima pouco amistoso com a nova diretoria contribuiram para que fosse negociado com o Atlético-MG.
Com a saída de Fábio Costa, a diretoria do Peixe chegou a sondar atletas renomados, como Dida, que deixou o Milan, da Itália, e Diego Cavalieri, reserva do inglês Liverpool. No entanto, após algumas conversas com esses e outros arqueiros, a ideia de contratação foi deixada de lado. Felipe e Rafael, com o respeldo de Dorival Júnior, foram decretados os arqueiros do Santos na temporada. O primeiro começou como titular, mas perdeu a confiança do treinador após a Copa do Mundo da África do Sul, e Rafael assumiu a vaga.
Em suas primeiras reuniões com a nova diretoria santista, Dorival Júnior teve a impressão de que seu trabalho não seria nada fácil. Ele se apresentou ao Santos no dia 30 de dezembro. A pressa em montar um novo time era tamanha que o jeito foi começar na antevéspera do Ano Novo. Dorival foi buscar informações com amigos e pessoas do clube e recebeu o seguinte conselho: a montagem da equipe deveria ser feita em torno de Paulo Henrique Ganso e Neymar. Uma ou outra contração pontual e pronto. E assim foi feito.

Por Adilson Barros e Julyana Travaglia
Direto de Salvado

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Cauteloso, Fla mostra interesse por Gilberto Silva, do Panathinaikos-GRE


COM muitas dificuldades para contratar jogadores para reforçar o elenco, o Flamengo se mostra cauteloso em contratar alguns jogadores considerados de alto valor financeiro. O volante Gilberto Silva, do Panathinaikos, da Grécia, que disputou a Copa do Mundo de 2010, interessa ao clube da Gávea, mas ainda não há negociação, de acordo com os dirigentes.

O vice-presidente de finanças do Flamengo, Michel Levy, confirmou o interesse no jogador do clube grego. No entanto, lembrou não ter conversado com Zico, executivo do futebol rubro-negro, sobre a possibilidade de um futuro acerto. O dirigente que toma conta da chave do cofre do clube vai discutir com Zico se há algum interesse em Gilberto Silva.

“Zico está em São Paulo e voltará na próxima quarta-feira . Quando ele voltar, conversaremos. Soube que Gilberto Silva quer voltar ao Brasil. Isso não significa que estamos negociando. É uma idéia boa, já que se trata de um ótimo jogador. Todo bom jogar nos interessa, mas não há qualquer negociação no momento”, afirmou Michel Levy ao UOL Esporte.

“Não sou dirigente do futebol, cuido da parte financeira. Quem decide quem vai embora ou quem será contratado não sou eu. Dou o aval depois de muita conversa. E ainda não conversei com Zico”, encerrou Michel Levy.

Marlos Bittencourt
No Rio de Janeiro

PAPAI VOCÊ VAI SER MAIOR ADVOGADO DO MUNDO, PARABÉNS

Palmeiras confirma volta de Valdivia e Belluzzo fala em batalha vencida


O Palmeiras confirmou na noite desta segunda-feira o retorno do meia Valdivia. O clube informa que chegou a um acordo com o Al Ain (Emirados Árabes), mas ainda faltam pequenos detalhes para concluir a transferência e a definição da data de apresentação do chileno. O presidente Luiz Gonzaga Belluzzo classificou como batalha vencida o fim da novela pela contratação.


Do UOL Esporte
Em São Paulo*

domingo, 25 de julho de 2010

Em jogo nervoso, Flu empata com o Bota e perde liderança

Embalado com o 'fico' de Muricy Ramalho, o Fluminense empatou com o Botafogo por 1 a 1, neste domingo, no Engenhão, e perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro para o Corinthians, que venceu o Guarani por 2 a 1. O Tricolor saiu na frente com Emerson, mas permitiu o empate
com o gol de Edno e quase sofreu a virada na parte final da partida.
Agora, o Fluminense tem 23 pontos, e caiu para o segundo lugar. O Corinthians lidera com 24.
Mais do que os gols, o clássico foi marcado pelo descontrole das equipes no segundo tempo. Foram três expulsões (duas do Botafogo e uma do Flu) e nove cartões amarelos. Houve confusão para todos os gostos. Emerson e Somália se xingaram e sobrou até tapa na mão de Muricy Ramalho, que tentou separar os "esquentadinhos".
Pouco depois, Marcelo Cordeiro simulou um estrangulamento de Gum. Depois, o lateral botafoguense foi realmente agredido. Thiaguinho empurrou o rosto dele com as duas mãos e recebeu cartão vermelho. A vantagem numérica alvinegra durou somente até a falta seguinte, cometida por Somália. Nos acréscimos, Danny Morais também recebeu o segundo cartão amarelo.
Na próxima rodada, o Tricolor encara o Atlético-PR, no sábado, às 18h30, no Maracanã. Já o Botafogo entrou na zona de rebaixamento. Com 11 pontos, o Alvinegro está em 17º lugar. E agora enfrenta o Vitória, no domingo, às 16h, no Barradão, em Salvador. O Alvinegro completou oito jogos sem vencer e entrou na zona de rebaixamento.


Por Thiago Lavinas e Fred Huber
Rio de Janeiro

Mano dá adeus com vitória sobre o Guarani e Corinthians na liderança


Rumo à Seleção Brasileira, Mano Menezes se despediu do Corinthians com o sentimento de dever cumprido. Em quase três anos no Parque São Jorge, o treinador gaúcho conquistou três títulos, ganhou a admiração de jogadores e dirigentes e caiu nas graças da Fiel. Neste domingo, sob aplausos e ovacionado por quase 25 mil torcedores, o técnico obteve sua 103ª vitória no comando alvinegro com os 3 a 1 sobre o Guarani, no Pacaembu, recolocando o Timão na liderança do Campeonato Brasileiro. Jorge Henrique e Bruno César (dois) marcaram. Mazola descontou. Fim de um ciclo vitorioso com direito a volta olímpica no gramado para se despedir da Fiel e o início de uma grande responsabilidade para o substituto Adilson Batista manter o clube no caminho do quinto título nacional.
A partir desta segunda-feira, Mano Menezes tem a missão de transformar a Seleção Brasileira. A mesma mudança que realizou ao pegar o Corinthians na Série B. Os números, porém, são favoráveis a ele. Em 185 partidas, foram somente 49 empates e 33 derrotas. No último resultado positivo com o técnico, o Timão volta ao primeiro lugar, agora com 24 pontos, um acima do Fluminense, que só empatou com o Botafogo.
Adilson Batista assume a equipe na terça-feira em uma condição favorável, mas com a pressão de não perder rendimento e à sombra de um treinador que virou quase unanimidade. Logo de cara, terá uma prova de fogo. No próximo domingo, o Alvinegro enfrenta nada menos que o arquirrival Palmeiras, às 16h, no Pacaembu.
Do outro lado, Vagner Mancini começa a se complicar no Guarani. O Bugre ainda não sabe o que é vencer depois da Copa do Mundo (dois empates e duas derrotas), despencando na tabela. O clube aparece agora na 12ª colocação, com 14 pontos, apenas dois acima do grupo dos quatro que descerão à Segundona em 2011. No sábado, ás 18h30min, encara o lanterna Atlético-GO, no Serra Dourada.

Gol-relâmpago de Jorge Henrique
O Corinthians começou a partida com a intenção de presentear Mano Menezes e a torcida com uma grande exibição. Com muita vontade e jogando em velocidade, o Timão encurralou o Guarani no campo de defesa e não demorou a marcar. Logo no primeiro minuto, Bruno César cobrou escanteio pela direita, William desviou para trás e o baixinho Jorge Henrique apareceu na pequena área entre os zagueiros para colocar o Alvinegro em vantagem.
O gol deu mais tranquilidade para o Corinthians tocar a bola e continuar jogando no campo do adversário. Apesar do domínio, Bruno César, único armador de ofício, ficou preso na marcação e não conseguiu criar grandes oportunidades. Jorge Henrique era o melhor alvinegro, principalmente quando caía pelo lado esquerdo para tabelar nas descidas de Roberto Carlos.
Com Paulinho, Jucilei e Elias no meio, o Timão ganhou mais mobilidade, mas perdeu poder de marcação. E foi justamente por este setor que o Guarani passou a assustar. Em contra-ataque, aos 23, o ex-são-paulino Mazola disparou pela intermediária, enganou William e serviu Ricardo Xavier na esquerda. O centroavante dominou livre, mas chutou errado na saída de Julio Cesar e perdeu ótima chance de igualar.
Mano Menezes corrigiu o problema ao fixar Jucilei mais atrás, próximo aos zagueiros. Sem sustos, o Corinthians voltou a dominar, porém, sem responder no campo ofensivo. Alessandro pouco apareceu na frente, enquanto Roberto Carlos quase não desceu devido à presença de Mazola em suas costas. Jorge Henrique caiu de rendimento e Dentinho e Bruno César quase nada fizeram para incomodar.
Bugre reage, mas Bruno César resolve

Na etapa complementar, o Corinthians reapareceu em ritmo cadenciado, esperando o Guarani procurar o campo ofensivo. A primeira chance de perigo veio aos nove minutos, em chute forte de Roberto Carlos que Paulinho não alcançou. O Bugre respondeu, aos 11. Após cobrança de falta, Ricardo Xavier dividiu com o goleiro Julio Cesar na área e Alessandro tirou de cabeça.
O Alviverde ganhou moral e foi para cima. Aos 18 minutos, chegou ao empate. Em lançamento nas costas de Roberto Carlos, Mazola recebeu na área e teve tranquilidade para tocar na saída de Julio Cesar. No reinício, a situação do Corinthians se complicou. Dentinho deu uma cotovelada em Mário Lúcio na linha lateral e foi expulso pela arbitragem. Pouco tempo depois, foi a vez dos campineiros ficarem com um a menos. Aílson dividiu com Jorge Henrique em um jogada no meio de campo e também recebeu o cartão vermelho.
Sem jogar bem, o Corinthians chegou ao gol graças ao talento de Bruno César. Aos 33 minutos, o meio-campista cobrou falta com precisão no canto esquerdo de Douglas e levou a Fiel ao delírio. Praticamente ao mesmo tempo, no Rio de Janeiro, o Botafogo igualou o clássico contra o Fluminense, resultado que recolocava o Timão na ponta da tabela. Festa maior ainda no Pacaembu quando o sistema de som do estádio anunciou o gol na Cidade Maravilhosa.
O Guarani tentou voltar a sufocar, mas não conseguiu. Empurrado pela torcida, o Corinthians administrou o jogo e chegou ao terceiro gol, aos 39. Roberto Carlos fez boa jogada pela esquerda e cruzou. A bola passou por toda a área e sobrou na segunda trave para Bruno César empurrar. Na comemoração, abraço em Mano Menezes. Ele merece!

Por Carlos Augusto Ferrari
São Paulo

sexta-feira, 23 de julho de 2010

No sufoco, Rogério antecipa estreia de três refoços, pelo menos no banco


Rogério praticamente definiu quem serão os substitutos de Kleberson e Welinton contra o Internacional, domingo, no Beira Rio. Com a suspensão deles, o treinador afirmou, nesta quinta-feira, que Rômulo e Fabrício devem ganhar uma chance entre os titulares. Mas essa não é a única novidade do Flamengo em Porto Alegre. Val Baiano, Marquinhos e Jean foram relacionados para a viagem e ficarão no banco de reservas.
A decisão de Rogério veio após a vitória por 4 a 0 no jogo-treino contra o Artsul, nesta quinta-feira, na Gávea. Como estes três jogadores participaram bem da atividade, a comissão técnica entendeu que, apesar de eles ainda não estarem em boa forma física, já podem ser aproveitados em uma parte do segundo tempo. Principalmente, Marquinhos, que marcou dois gols e foi regularizado na CBF.
O técnico ainda cogitou a possibilidade de escalar Jean como titular, no lugar de Welinton. Como David não será regularizado pelo fato de o Flamengo ainda não ter pago a operação ao Panathinaikos, Rogério não tem opções pelo lado direito da zaga. Por isso, deve armar uma espécie de 3-5-2 contra o Internacional.
- Estamos com esses problemas todos aí. Acho que devo colocar o Rômulo pela direita, com o Angelim pela esquerda e o Fabrício fazendo a sobra. Esses reforços ainda não têm condições de jogar mais do que um tempo. Então estou pensando nessa possibilidade de armar o time no 3-5-2 – disse Rogério ao GLOBOESPORTE.COM no início da noite desta quinta-feira.
Com isso, o provavél time que vai enfrentar o Internacional deve ser formado com Marcelo Lomba, Rômulo, Fabrício e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Correa, Willians, Petkovic e Juan; Diego Maurício e Vinícius Pacheco.
Apesar de ter enfrentado o Artsul, Michael não vai viajar para Porto Alegre. O apoiador ainda não está totalmente recuperado da lesão na coxa esquerda e a comissão técnica entende que ele deve seguir fazendo um trabalho de fortalecimento muscular.

Por Eduardo Peixoto e Rodrigo Benchimol
Rio de Janeiro

Simples e eficiente, Flu vence o Cruzeiro e assume a liderança


Pouco importa se o adversário dominou a partida, se o melhor em campo foi o goleiro ou se a estrela da companhia esteve irreconhecível. Para os 34.535 torcedores presentes no Maracanã na noite desta quinta-feira e outros tantos espalhados pelo Brasil, o que importa é que o Fluminense é o primeiro colocado do Brasileirão. Liderança alcançada com a vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, em partida válida pela décima rodada, um dia após o aniversário de 108 anos do clube
O gol aconteceu em jogada de bola parada, uma das armas preferidas das equipes dirigidas por Muricy. Com uma cabeça certeira, Leandro Euzébio, aos nove do segundo tempo, foi o responsável por levar o Tricolor ao topo da tabela, com 22 pontos – o Corinthians tem 21. A última vez que o clube carioca tinha alcançado esta posição foi em 2006, na oitava rodada, após vencer clássico contra o Flamengo. Já o Cruzeiro, do ovacionado Cuca, perdeu a oportunidade de chegar ao G-4 e está em sexto, com 15.
Na próxima rodada, o Flu tem pela frente o clássico contra o Botafogo, domingo, às 18h30m (de Brasília), no Engenhão. Os cruzeirenses recebem o Grêmio, no Mineirão, no mesmo dia, às 16h.

globoesporte.globo.com/jogo/brasileirao2010

sábado, 17 de julho de 2010

Leandro Amaral: ‘Não tenho qualquer tipo de limitação no joelho’


Sem atuar desde julho de 2009, Leandro Amaral está perto de voltar aos gramados. Em fase final de observação por profissionais rubro-negros, o atacante pode acertar um contrato com o Flamengo nas próximas semanas. Na última quinta-feira, ele foi submetido a um exame em que foi comprovado que não há mais desequilíbrio muscular e que ele já tem condições para ser aproveitado.

Mas Leandro Amaral ainda não quer discutir qualquer questão contratual com o Flamengo. Foi isso que ele conversou com Zico nos últimos dias. Apesar da precaução, o atacante já apontou que seu destino deve ser mesmo a Gávea.

- Zico está sempre em contato, interessado em saber como anda a minha evolução e os profissionais que me acompanham passam a ele como anda o trabalho. Só vamos voltar a conversar sobre um possível contrato com o Flamengo quando eu estiver bem fisicamente o suficiente para jogar. Este momento está muito próximo e tudo caminha para que aconteça o acerto – disse o atacante, que vem treinando no CFZ.

Leandro Amaral foi submetido, no ano passado, a uma artroscopia no joelho direito, cuja previsão inicial dos médicos era de retorno em cerca de um mês. Mas por conta de uma infecção causada por um fungo (Candida Albicans), o tratamento durou seis meses (sendo dez dias de internação e seis semanas com um cateter para receber fortes antibióticos). Recuperado deste problema, ele afirmou que está bem perto de atingir o melhor condicionamento.

- Não tenho qualquer tipo de limitação no joelho e preciso apenas readquirir a forma física e ritmo de jogo. Estava treinando sob orientação do preparador-físico Marcelo Coutinho há bastante tempo e agora com os profissionais do Flamengo (o fisiologista Paulo Figueiredo, o preparador-físico Daniel Jouvin e o médico Márcio Tannure) vamos iniciar os treinos coletivos, que será a fase final do trabalho. A evolução está sendo ótima e estou muito feliz por ter superado o pesadelo de não poder jogar. Em breve, poderei voltar a sentir aquele frio na barriga que antecede os jogos e estou muito motivado – disse Leandro Amaral.

O atleta, que completará 33 anos em agosto, não atua desde julho de 2009, quando ainda defendia o Fluminense. Ele chegou a um acordo e rescindiu o contrato com o Tricolor. Com isso, pode acertar com qualquer outra equipe.

Por GLOBOESPORTE.COM
Rio de Janeiro

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Arthur Carioca: Nova esperança no gol do mengão


Já cotado para a seleção em 2014

Após bom rendimento contra o Bota, atletas torcem por Pet 2009 de volta


Titular do Flamengo na vitória sobre o Botafogo por 1 a 0, quarta-feira, no Maracanã, Petkovic teve boa participação e foi o responsável por criar a jogada que resultou no gol de Paulo Sérgio. O sérvio, de 38 anos, participou de praticamente 90 minutos e mostrou bastante disposição. Foi o suficiente para animar os companheiros. Além do desempenho dentro de campo, a postura do meia mudou após a chegada da nova comissão técnica e diretoria.

O goleiro Marcelo Lomba disse que um indício da motivação de Pet é quando ele vibra muito mesmo quando está do lado de fora do campo.

- O Pet é um ídolo. Em um elenco jovem como o nosso, ele representa a experiência. Eu gosto dele assim, quando vocês (jornalistas) provocam ele. Sei que o Pet está bem quando sai e fica gritando na beira do campo no fim do jogo - afirmou o arqueiro.

Para o zagueiro Ronaldo Angelim, Petkovic mostrou que pode ser o mesmo de 2009, quando ajudou o Flamengo a conquistar o título do Campeonato Brasileiro.

- Contra o Botafogo ele já provou isso. Praticamente resolveu o jogo com um ótimo passe, além de ser um líder. É bem experiente, conversa muito e vai nos ajudar. A tendência é ele crescer na parte física. Se não aguentar 90 minutos, vai conseguir 70 e 80... Ele, o Léo Moura e o Juan carregam o Flamengo para frente, são os mais criativos - disse o defensor.

O Flamengo volta a campo neste domingo, às 16h (de Brasília), contra o Atlético-GO, no estádio Serra Dourada. A equipe rubro-negra está em quinto lugar no Brasileiro com 12 pontos.


Por Fred Huber e Rodrigo Benchimol
Rio de Janeiro

imprimir

Petkovic e Leandro Guerreiro durante o clássico
(Foto: Andre Durão / Globoesporte.com)

Zico se anima com a evolução de Leandro Amaral e crê em acerto

Se depender da animação de Zico, diretor executivo de futebol do Flamengo, existe a possibilidade de o atacante Leandro Amaral reforçar o ataque rubro-negro no Campeonato Brasileiro. O jogador está treinando sob a supervisão de profissionais do Fla e do CFZ, e sua evolução tem deixado todos satisfeitos. O atleta, que completará 33 anos em agosto, não atua desde julho de 2009, quando ainda defendia o Fluminense. Ele chegou a um acordo e rescindiu o contrato com o Tricolor. Com isso, pode acertar com qualquer outra equipe.

Leandro Amaral foi submetido a uma artroscopia no joelho direito, cuja previsão inicial dos médicos era de retorno em cerca de um mês. Mas por conta de uma infecção causada por um fungo (Candida Albicans), o tratamento durou seis meses (sendo dez dias de internação e seis semanas com um cateter para receber fortes antibióticos).

- Ele está treinando bem, evoluindo bem, a cada dia está crescendo de produção, dando mais confiança e motivação aos profissionais que estão trabalhando com ele. A resposta tem sido boa. Primeiro, ele fez sozinho os treinos físicos e com bola. Agora, vai entrar na fase de treino coletivo, com outros jogadores - disse Zico ao GLOBOESPORTE.COM.

O dirigente rubro-negro acredita que, com a confirmação da recuperação total do atacante, o caminho mais natural é ele fechar um contrato com o Flamengo.

- Ainda estamos nesta fase de observação, de ver como ele está reagindo. A partir do momento em que ele estiver bem, que nos derem o aval, vamos discutir esta questão de contrato. Mas, pela evolução dele, vamos caminhar nessa direção (acerto com o Fla).



Por Fred Huber e Rodrigo Benchimol
Rio de Janeiro

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Sem pressa, Lomba sonha com a 1: 'Quando eu pegar, não quero largar'


A ansiedade de Marcelo Lomba para a o clássico com o Botafogo, na última quarta, era a mesma da torcida do Flamengo para ver como o goleiro, de 23 anos, se sairia no primeiro jogo como substituto de Bruno. E o novo arqueiro titular fez bonito com uma atuação segura, com defesas difíceis, e ajudou o Rubro-Negro a vencer por 1 a 0.

Apesar de aprovado na primeira prova, Lomba não quer pressa para vestir a camisa 1. Por enquanto, ele não se incomoda de seguir com a 29, que até agora tem dado sorte, já que não sofreu gol nos três jogos que atuou neste ano. Ele afirmou que, quando utilizar o número que tradicionalmente pertence aos titulares, não pretende largar mais.

- Esperei tanto por este momento que não vou ser afoito. Claro que meu objetivo é vestir a camisa 1, mas, quando eu pegar, não quero largar mais. O objetivo é me manter no time pelo campeonato inteiro. É um sonho realizado, mas é só o início. Defendo 40 milhões de torcedores e é só o início da caminhada. Tenho que mostrar meu trabalho jogo a jogo - disse o jogador.

Marcelo Lomba dividiu os méritos de não ter levado gol contra o Botafogo com o restante do sistema defensivo.

- A defesa esteve muito bem e tem que ser elogiada. Me pouparam de muito trabalho.

O arqueiro contou que a primeira boa defesa que fez, em uma falta cobrada por Lucio Flavio, lhe deu mais confiança na partida.

- Lembrei do jogo da Libertadores que eu participei, quando também fiz uma boa defesa na primeira bola. Tem um ditado que diz que quanto mais de trabalha mais sorte se tem.

Lomba tem bons espelhos para seguir na carreira, como o tetracampeão Taffarel e o ex-flamenguista Júlio Cesar, considerado por ele o melhor atualmente.

- Quando eu era criança, via o Taffarel agarrar e gostava da simplicidade e do posicionamento dele. Além dele, tenho como espelho o Júlio Cesar, que é rubro-negro e atualmente o melhor goleiro do mundo.

Sobre Bruno, seu ex-companheiro, ele disse que, dentro de campo, também aprendeu algumas coisas.

- O Bruno é um goleiro vitorioso. As principais coisas que admiro nele são a reposição de bola e a saída de gol.

Por Fred Huber e Rodrigo Benchimol
Rio de Janeiro

Confira o vai e vem do Flamengo



Quem entra Quem sai ?

VOL Correa (Atlético-MG) Confirmado ENTRA ATA Vagner Love (CSKA-RUS) Confirmado SAI
ZAG Jean (FC Moscou-RUS) Confirmado ENTRA ATA Adriano (Roma-ITA) Confirmado SAI
ATA Val Baiano (Monterrey-MEX) Confirmado ENTRA ATA Bruno Mezenga (Legia Varsóvia-POL) Confirmado SAI
MEI Renato Abreu (Al Shabab-EAU) ENTRA Confirmado ATA Gil (dispensado) Confirmado
MEI Ronaldinho Gaúcho (Milan-ITA)DÚVIDA ZAG Álvaro (dispensado) Confirmado
ATA Cristian Borja (Caxias-RS)ENTRA
Confirmado ATA Denis Marques SAI
MEI Marquinhos (Palmeiras) ENTRA
Confirmado GOL Bruno (contrato suspenso)
Confirmado
GOL Vinícius (Boavista)ENTRA
Confirmado MEI Fierro (Boca Juniors-ARG)SAI

ATA Rafael Moura (Goiás) DÚVIDA

ATA Perea (sem clube)DÚVIDA


Time-base para o segundo semestre: Marcelo Lomba, Leo Moura, David, Angelim, Juan, Maldonado, Willians, Kleberson, Renato e Petkovic, Val Baiano


quarta-feira, 14 de julho de 2010

Desfigurado, Fla pega Botafogo cheio de esperança

Flamengo e Botafogo estão colados na tabela. Mas as semelhanças param por aí. O time alvinegro vive fase de esperança e confiança. Considerado favorito para o clássico, traz consigo a lembrança de ter batido o rival na decisão da Taça Rio. No Flamengo, a realidade é outra. O time perdeu suas principais peças e ainda vive o drama do "caso Bruno".

Fluminense acerta a contratação do lateral-direito Belletti



iniciou a carreira profissional no Cruzeiro e antes de atuar pelo Chelsea, o lateral-direito passou por São Paulo, Atlético-MG, Villarreal e Barcelona, ambos da Espanha, além da seleção brasileira, onde fez parte do grupo pentacampeão no Mundial disputado na Coreia do Sul e Japão, em 2002.

Belletti chega para brigar com Mariano pela posição de titular da lateral direita. Para a sequência do Campeonato Brasileiro, o Fluminense também trouxe o volante Valencia, que estava no Atlético-PR.



Por ser uma transferência internacional, Belletti só poderá ter condições de jogo a partir de agosto. Nesta quinta-feira, no retorno do Campeonato Brasileiro, o Fluminense encara o Grêmio Prudente, às 21h, no Maracanã. O jogo é válido pela oitava rodada da competição nacional.

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Indicado por Rogério, Cristian Borja avisa que é homem de área

Depois do suspense por causa dos exames médicos, o Flamengo confirmou a contratação do colombiano Cristian Borja. O jogador, de 22 anos, chega ao clube nesta segunda-feira, ao lado do goleiro Vinícius e do apoiador Marquinhos. O trio será apresentado após o treino, na Gávea.

Indicado por Rogério Lourenço, Borja avisou em entrevista ao site oficial rubro-negro que tem como principal característica jogar dentro da área, uma das grandes carências do elenco.

- É uma ótima oportunidade poder jogar em um clube como o Flamengo, que quase todo mundo torce. Sou um jogador que gosta muito de ficar dentro da área. O importante é dizer que a minha principal característica é a entrega nos treinos e nos jogos – declarou.

Por causa do curto tempo até o clássico contra o Botafogo, quarta-feira, o estrangeiro deve estrear apenas contra o Atlético-GO, no próximo fim de semana. O ataque rubro-negro na quarta-feira terá Vinícius Pacheco e Diego Maurício.

Por GLOBOESPORTE.COM
Rio de Janeiro

Del Bosque exalta os 23 jogadores e diz que título prestigiou o espetáculo


Quando alguém lembrar da Espanha campeã mundial no futuro, certamente as imagens de Casillas fazendo grandes defesas, David Villa sendo o artilheiro, Xavi comandando o meio-campo ou Iniesta marcando o gol histórico na final serão as primeiras na memória. Mas o técnico Vicente del Bosque não quer isso: para o comandante do primeiro título da Fúria na Copa, todos os 23 jogadores são responsáveis e merecem reconhecimento.

Assim como o futebol jogado pela Espanha na África do Sul. Apesar de ser a campeã com pior média de gols da história do Mundial, a Fúria sempre buscou o ataque, foi a seleção que mais arriscou chutes e fez do toque de bola sua arma mortal. Para Del Bosque, a vitória sobre a Holanda foi um presente para quem gosta de espetáculo.

- Esta final prestigiou o futebol de qualidade, de ataque. Acho que o futebol segue em frente depois desta Copa, foi um torneio com grande êxito – disse o treinador.

Dos 23 convocados por Del Bosque, apenas três não entraram em campo na África do Sul: Raul Albiol e os goleiros reservas Victor Valdés e Pepe Reina, que viram o titular Iker Casillas brilhar e ser eleito o melhor da Copa na posição. Xavi, Iniesta e David Villa não conseguiram prêmios individuais (a Bola de Ouro ficou com Diego Forlán, enquanto Thomas Müller faturou a Chuteira de Ouro), mas foram fundamentais na conquista.

- Estamos juntos há 50 dias e não tivemos nenhum problema. São todos jogadores de grande prestígio, de grande nível, que se comportaram como time. É um êxito de todos. Não podemos individualizar a conquista em Andrés (Iniesta), Xavi... Todos são campeões – afirmou Del Bosque.

A Fúria passou para a história também como a primeira campeã com derrota na estreia: 1 a 0 para a Suíça. A equipe até jogou bem, mas não conseguiu marcar. Depois, se recuperou e venceu todos os jogos até a final com a Laranja no Soccer City, domingo.

- Nosso grande acerto foi ter mantido tudo que vínhamos fazendo. Depois da derrota conversamos e vimos que não deveríamos mudar nada. Fizemos uma eliminatória impecável e não poderíamos achar que estava tudo errado depois de um resultado negativo – concluiu o técnico, lembrando que a Fúria teve 100% de aproveitamento no torneio classificatório para o Mundial.

Por Thiago Dias
Direto de Joanesburgo, África do
sul

domingo, 11 de julho de 2010

Holanda x Espanha: final vale a entrada no clube dos campeões


É um jogo que vale título e a oitava carteirinha no clube de campeões mundiais. Entre fracassos e decepções, Espanha e Holanda ganharam a fama de convidados que sempre saíam mais cedo da festa. Chegavam bonitos, confiantes, mas nunca dançavam com a moça mais cobiçada. Neste domingo, a moça estará lá, a taça da Copa do Mundo, à espera de seu novo dono. Para conquistá-la, os dois lados usam o mesmo charme, estilo de futebol semelhante. Toque de bola, capricho - às vezes exagerado - nas conclusões, jogo ofensivo. O baile no Soccer City começa às 15h30m (de Brasília), mas não terá hora, sequer data, para acabar em um canto da Europa.

Por Alexandre Alliatti, Marcos Felipe, Rafael Pirrho e Thiago Dias
Direto de Joanesburgo, África do Sul

Colombiano Borja passa em exames e acerta com o FlamengoO suspense médico acabou. Depois de três dias de exames – e de ter problemas em um deles – o a

O suspense médico acabou. Depois de três dias de exames – e de ter problemas em um deles – o atacante Cristian Borja foi confirmado como reforço do Flamengo para o Campeonato Brasileiro. O técnico Rogério Lourenço foi o encarregado de anunciá-lo.
- O Borja terminou os exames, foi aprovado. Ele é um atacante jovem, com potencial grande – declarou o treinador, responsável pela indicação do colombiano.
Borja, de 22 anos, será apresentado na segunda-feira ao lado do apoiador Marquinhos e do goleiro Vinícius. O jogador estava no Caxias.
Com a chegada do colombiano, que pode jogar em julho, o Flamengo deixa em segundo plano as negociações com Perea e Rafael Moura, que foram oferecidos e agradaram ao técnico Rogério Lourenço.

Confira a ficha do novo reforço do Flamengo:
Nome: Cristian Martinez Borja
Nascimento: 01-01-1988 (22 anos), Quibdó, na Colômbia
Altura 1,83m
Peso 79 kg
Clubes: Atlético Sugamuxi-Colômbia, Independiente de Santa Fé-Colômbia, Inter, Mogi Mirim-SP, Guaratinguetá-SP e Caxias-RS

Por Eduardo Peixoto
Rio de Janeiro

Ronaldinho diz a Patrícia Amorim que tem vontade de jogar no Fla


Não é exagero dizer que o Flamengo está no caminho certo para contratar Ronaldinho Gaúcho. Neste sábado, em bate-papo informal na Gávea, a presidente Patrícia Amorim confirmou os contatos e disse que ouviu da boca do astro que tem vontade de jogar no clube mais popular do país ainda em 2010. A declaração foi fundamental para o clube intensificar os esforços para trazê-lo.
Os dois se encontraram em uma churrascaria da Zona Sul do Rio, na tarde de quarta-feira. Mas as negociações são tratadas diretamente com o irmão e agente dele, Assis. A proposta financeira dos cariocas agradou e o salário mensal ultrapassa R$ 1 milhão. Haverá um pool de empresas para bancar parte deste valor.
No entanto, o Milan pode atrapalhar as negociações. O contrato termina no fim de 2011 e talvez haja exigência de uma compensação financeira. Neste caso, Patrícia pretende fazer um acordo verbal agora e trazê-lo no ano que vem.

Por Eduardo Peixoto
Rio de Janeiro

Flamengo ‘destrava’ e goleia Olaria em jogo-treino


Depois dos empates contra Desportivo Brasil (1 a 1) e Ituano (2 a 2), o Flamengo enfim desencantou em um jogo-treino. Neste sábado, o time venceu o Olaria por 5 a 0, na Gávea, e apresentou melhoras, sobretudo, no meio-campo. Vinícius Pacheco, duas vezes, Diego Maurício, Petkovic e Camacho fizeram os gols.
- A evolução é vista. Tivemos posse de bola, com jogadores de qualidade e que passaram confiança aos meninos. Aos poucos vamos encaixar - disse o técnico Rogério Lourenço.
O treinador iniciou o teste com David e Correa na equipe titular. Os dois ainda não estão regularizados, mas a diretoria confia que ambos poderão participar da partida de quarta-feira contra o Botafogo, pela oitava rodada do Brasileiro.
Maior preocupação do momento, o ataque correspondeu logo aos 40 segundos. Vinícius Pacheco recebeu passe de Juan e tocou de perna direita no canto de Rafael. Forçando as jogadas pelo lado direito, o Flamengo conseguiu o segundo em belo chute de Diego Maurício, no ângulo.
Nas poucas vezes em que ameaçou, o Olaria aproveitou-se das brechas na cobertura dos avanços de Léo Moura. Substituto de Bruno, Marcelo Lomba foi pouco exigido e fez apenas uma defesa simples em chute de longe. Nos acréscimos do primeiro tempo, Juan foi empurrado na área: pênalti. Petkovic cobrou no canto direito e fez o terceiro.
No intervalo, Rogério trocou David e Correa por Welinton e Rômulo. O time controlou a partida e depois dos dez minutos o técnico fez um festival de substituições. Camacho, em boa jogada individual, marcou o quarto e Vinícius Pacheco fechou a goleada.
por Eduardo Peixoto
Globo esporte.com

sábado, 10 de julho de 2010

Rogério dá força ao substituto de Bruno: ‘É grande promessa do clube’


Três jogos no time profissional, dois deles em 2010. O currículo de Marcelo Lomba no time profissional do Flamengo não é extenso, mas a lista de admiradores dele dentro do clube, mesmo assim, é enorme. Desde cedo, o goleiro é tratado como uma joia e comparado ao ídolo Julio César.

Aos 23 anos, o goleiro ganhou a chance que esperava, mas não da maneira que desejava. A prisão de Bruno abriu um buraco no gol. Embora haja especulações de que o clube corre atrás de outro goleiro, o elenco e o técnico Rogério Lourenço abraçaram Marcelo.

- A gente não queria que a oportunidade fosse dessa forma (com a prisão de Bruno), mas acontece. A confiança no Marcelo Lomba é muito grande. Ele é a grande promessa do clube e chegou a chance – disse o treinador.

A estreia será contra o Botafogo, quarta-feira, no Maracanã. Marcelo avisou que jogará com a camisa 29.

Por GLOBOESPORTE.COM
Rio de Janeiro

Fred, Conca, Deco... constelação do Fluminense empolga Marquinho


Um goleador e um maestro. Fred e Conca são peças fundamentais do Fluminense do técnico Muricy Ramalho. O atacante goleador e o meio-campista cerebral são os astros da companhia. A constelação está para aumentar. A diretoria tricolor espera apresentar o luso-brasileiro Deco, que disputou a Copa do Mundo da África do Sul, até a próxima quinta-feira. Clube e jogador se acertaram verbalmente, mas ainda falta a assinatura do contrato.

Enquanto isso, outros atletas do plantel, especialmente os mais jovens, procuram espaço e crescimento. O meia Marquinho, por exemplo, é titular. Forma o meio-campo com o argentino Conca e tenta deixar Fred sempre na cara do gol. Fã e ídolos são parceiros.

- É uma satisfação jogar com atletas deste nível, como o Fred, o talento do Conca e vários outros talentos do time. Estar no clube é uma felicidade e jogar com atletas deste nível dá experiência, são os exemplos. Temos que manter a humildade. Fred e Conca são os nossos cabeças em campo e são os mais humildes. A chegada do Deco vai ser importante também, vai dar mais qualidade para o time e vai deixar o Fluminense cada vez mais forte – disse.



Fred e Conca são os nossos cabeças em campo e são os mais humildes. A chegada do Deco vai ser importante também, vai dar mais qualidade para o time e vai deixar o Fluminense cada vez mais forte"MarquinhoMas além da troca de experiência existe a disputa por uma vaga no time. Quando Deco chegar, alguém provavelmente vai ter de sair.

- Não me preocupo com isso. Tenho que me preocupar em fazer dúvida na cabeça do Muricy. Não sei o que ele tem na cabeça e nem quero pensar. Tenho que pensar no meu futebol. O nível do Fluminense é muito alto. Se der brecha, alguém vai entrar. O Fernando Henrique aproveitou, o André Luis, o Alan aproveitou todas as chances. Não muda muito. A qualidade e o nível são sempre muito altos – comentou.

Em terceiro lugar na tabela, o Fluminense retoma o Brasileirão na próxima quinta-feira, no Maracanã, contra o Grêmio Prudente, pela oitava rodada.

Por Richard Souza
Rio de Janeiro

sexta-feira, 9 de julho de 2010

"Prefiro jogar feio e vencer", diz holandês Robben a dois dias da final

Das agências internacionais
Em Johanesburgo (África do Sul)
O atacante Arjen Robben afirmou nesta sexta-feira que não se importa em vencer jogando feio, e que esta será a mentalidade da Holanda para a final da Copa do Mundo no domingo, quando ele e seus compatriotas irão enfrentar a Espanha.
MAIS SOBRE A DISPUTA DO TÍTULO
• Robben diz jogar com dores e estar abaixo de nível normal na Copa do Mundo
• Espanha e Holanda quebram escrita
dos campeões mundiais
• Veja cinco fatos que indicam o título
da Holanda na Copa do Mundo
• Saiba por que a Espanha tem tudo
para vencer a final da Copa
• Teste seus conhecimentos sobre "amareladas" de Holanda e Espanha
“Prefiro jogar uma partida extremamente feia e vencer do que jogar bonito e perder”, declarou Robben.
A Holanda sempre esteve marcada pela geração dos anos 70, da famosa equipe que ficou conhecida como a "Laranja Mecânica" e que sempre se negou a praticar um futebol de resultados em prol da beleza. Chegaram às finais das Copas de 1974 e 78, e perderam ambas – para Alemanha e Argentina, respectivamente.
“No passado, escutamos sempre o quanto era bonito o nosso futebol, mas que não foi recompensado com o título. [Na Copa de 2010,] Até agora, o nosso futebol de resultado tem surtido efeito”, defendeu Robben, a dois dias do jogo decisivo.
Porém, ele dá indícios de que a beleza do jogo holandês ainda possa aparecer na final. “Ainda não mostramos nosso futebol mais bonito, mas sempre fomos capazes de nos organizarmos bem atrás”.
Holanda e Espanha jogam às 15h30 do próximo domingo, no estádio Soccer City, em Johanesburgo, para decidir qual das duas nações irá levantar a taça da Copa do Mundo pela primeira vez na história.

Fla confirma as contratações do atacante Marquinhos e goleiro Vinícius

Na foto Marquinhos

O Flamengo oficializou, no fim da tarde desta sexta-feira, as contratações do atacante Marquinhos, que estava no Palmeiras, e do goleiro Vinícius, que estava disputando a Série B do Brasileiro pelo Duque de Caxias. Ambos serão apresentados na segunda-feira.
Marquinhos, que surgiu para o futebol brasileiro defendendo o Vitória, ficará por empréstimo no Flamengo por um ano, enquanto o goleiro, inicialmente, permanece na Gávea até o fim desta temporada.
“O Flamengo é um grande clube e estou muito feliz de poder mostrar meu futebol. Aqui, espero voltar a ser aquele jogador do Vitória e, assim, ajudar o time. Sei que a responsabilidade é grande, pois é o clube com a maior torcida do Brasil”, disse Marquinhos, acrescentando.

“Aqui, sabemos que sempre existe pressão e que o torcedor quer sempre o melhor. A torcida pode esperar muito empenho e muita vontade. Quero muito acertar aqui e me sair bem”, emendou Marquinhos.
Marcos Antônio da Silva Gonçalves, o Marquinhos, nasceu no dia 19 de outubro de 1989. Vitória e Palmeiras foram os únicos clubes do jogador. Já o goleiro Damião Vinícius S. Ribeiro é do dia 9 de novembro de 1984. Além do Duque de Caxias, ele passou pelo Vila Nova-GO, Criciúma e Boavista-RJ.

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Flamengo se reaproxima de Love. Permanência fica mais palpável


O sorriso no rosto de Vagner Love não disfarçou: o Flamengo voltou com força à negociação para mantê-lo. E o melhor é que desta vez há grande chance de a negociação ter um desfecho feliz.

Na manhã desta quinta-feira, o GLOBOESPORTE.COM apurou que houve uma reunião na sala da presidente Patrícia Amorim com a participação do atacante e do empresário dele, Evandro Ferreira. Houve evolução no acordo e as partes deixaram o encontro otimistas.

Por superstição, Love não quis se estender no assunto. Mas...

- Realmente estamos negociando. A esperança é a última que morre – disse, bem-humorado.

Às voltas com as desagradáveis notícias da área policial, Patrícia Amorim até preocupou-se quando viu que esboçou um sorriso, porém confirmou que as notícias são positivas e trouxe esperança para a torcida.

- Ele quer muito ficar. Não vamos desistir do Vagner assim. O Flamengo precisa de boas notícias – disse, antes de entrar na garagem do clube apressadamente.


O contrato de empréstimo com o CSKA termina no sábado. Anteriormente, o Flamengo fez duas propostas para comprá-lo – uma delas no valor de R$ 22 milhões – mas recebeu um “não” dos russos.

Por Eduardo Peixoto e Rodrigo Benchimol
Rio de Janeiro

Sneijder e Robben não antecipam luta por prêmio individual


Apesar de o fim do ano ainda estar longe, a disputa pelo status de melhor jogador do mundo já esquenta. Afinal, em ano de Copa, a Fifa sempre concedeu a honraria a um atleta da seleção campeã. Principais destaques da campanha da Holanda até a final, Robben e Sneijder não querem saber de uma disputa entre ambos pelo prêmio individual.

"Não pensamos nesse tema agora. Estamos muito felizes e tranquilos, tivemos uma temporada fantástica em nossos clubes e estamos agora na final", afirmou o atacante Robben, que foi importante para o Bayern de Munique no vice-campeonato da Copa dos Campeões da Europa, vencida justamente pela Internazionale de Sneijder.

Por enquanto, os números mostram a superioridade de Sneijder em relação ao colega, que esteve fora do início da Copa por consequência de uma contusão. O meia já marcou cinco gols pela Laranja neste Mundial, enquanto o atacante fez dois.

Sneijder, porém, também não quer antecipar a disputa com o colega de seleção. "Não é hora disso", afirmou o meia, que é um dos artilheiros do torneio, com cinco gols, mesmo número do espanhol David Villa.

Com boas atuações desde que foi liberado pelos médicos para atuar, Robben não esconde o entusiasmo, mas avisa que não pode assumir junto com o amigo todos os méritos da atual campanha.

"Fico orgulhoso por me destacar, mas o mais importante é atuar como equipe, que é o que fizemos em todas as partidas", completou.



por: Luiz Ricardo Fini, enviado especial Cidade do Cabo - África do Sul

Quem será o campeão da Copa 2010?

Enquete
Quem será o campeão da Copa 2010?
( ) Holanda
( ) Espanha

Puyol marca, Espanha repete 2008 e disputará primeira final


Espanha repetiu o placar da final da Eurocopa de 2008 e venceu a Alemanha nesta quarta-feira por 1 a 0, pelas semifinais da Copa do Mundo da África do Sul. O zagueiro Carles Puyol marcou o único gol do jogo, que colocou a Fúria pela primeira vez na história em uma final de Mundial.

Os ibéricos conseguiram impor seu estilo de jogo, prenderam a bola durante a maior parte do tempo e não deram espaço para que a Nationalelf conseguisse explorar os contra-ataques. Sem o jovem Thomas Muller, Trochowski, e depois Kroos, tiveram atuação discreta e permitiu bons avanços de Iniesta pelo setor.

Até que no segundo tempo, aos 28 minutos, Xabi cobrou escanteio e o zagueiro Puyol apareceu entre os marcadores para marcar de cabeça. Após abrir o placar, os alemães foram com tudo para cima e deram espaço para os ibéricos contra-atacarem.

No próximo domingo, às 15h30, duas equipes que jamais conquistaram um título da Copa do Mundo terão a oportunidade de levantar o caneco: Holanda (que disputará sua terceira final) e Espanha (que jamais havia chegado em uma semifinal).

Ronaldinho almoça com Patrícia e aumenta rumores no Flamengo

Na tarde desta quarta-feira, Ronaldinho Gaúcho e Patrícia Amorim almoçaram juntos numa churrascaria na zona sul do Rio de Janeiro e fizeram com que aumentassem os rumores sobre a possível vinda do jogador para o clube rubro-negro no segundo semestre.

O clube carioca aposta numa parceria com uma empresa de telefonia para bancar o jogador pelo período de um ano. A diretoria flamenguista imagina que gastaria cerca de R$ 10 milhões para manter o astro na Gávea por uma temporada.

Ronaldinho tem contrato com o Milan por mais um ano e sua vinda para o Brasil é complicada, como já confirmou por diversas vezes o ex-jogador Assis, irmão e empresário do jogador. No entanto, Ronaldinho já chegou a revelar que sonha vestir a camisa rubro-negra e o fim da Copa do Mundo pode fazer com que o atleta abandone a Europa.

Antes do Mundial, o Flamengo já havia tentado acertar com o jogador, mas a proximidade da Copa do Mundo e a boa fase no clube de Milão o fizeram continuar no Velho Continente, o que acabou não sensibilizando o técnico Dunga.

Além disso, a imprensa italiana noticiou o suposto interesse do Milan em se desfazer do brasileiro, já que o alvo para a próxima temporada é o sueco Ibrahimovic, atualmente no Barcelona.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Confira o vai e vem do Flamengo

Veja quem chega e quem sai do Rubro-Negro no segundo semestre de 2010

Quem entra Status---------------------------Quem sai Status VOL Correa (Atlético-MG) Confirmado ATA Vagner Love (CSKA-RUS) Confirmado
ZAG Jean (FC Moscou-RUS) Confirmado ATA Adriano (Roma-ITA) Confirmado
ATA Val Baiano (Monterrey-MEX) Confirmado ATA Bruno Mezenga (Legia Varsóvia-POL) Confirmado
MEI Renato Abreu (Al Shabab-EAU)- Confirmado ATA Gil (dispensado) Confirmado
MEI Ronaldinho Gaúcho (Milan-ITA)--- ZAG Álvaro (dispensado) Confirmado
ATA Denis Marques

Obrigado ao patrocinador oficial do blog.

Com a demissão de Dunga, quem deve ser o técnico da seleção brasileira?


Luiz Felipe Scolari
Técnico consagrado e campeão mundial em 2002. É o nome ideal para comandar o Brasil.
Mano Menezes
Acumula bons trabalhos no Corinthians e no Grêmio. Já faz parte do grupo dos melhores treinadores do Brasil.
Muricy Ramalho
Melhor do técnico das últimas edições do Brasileirão, o treinador do Fluminense merece uma oportunidade.
Vanderlei Luxemburgo
É um dos melhores treinadores do Brasil e pode aproveitar sua experiência na seleção para evitar erros do passado.
Leonardo
A experiência como jogador da seleção brasileira e como treinador do Milan fazem dele um bom candidato.
Paulo Autuori
Experiência internacional e bons trabalhos em diversos clubes o credenciam ao cargo na Seleção Brasileira.
Dorival Junior
Trabalhos realizados no Vasco e Santos onde conseguiu bons resultados em pouco tempo o credenciam.
Ricardo Gomes
Já treinou a equipe que disputou o pré-olímpico e também tem um passado como capitão da Seleção Brasileira.
votar e comentar
escolha uma opção e comente*opcional

http://sportv.globo.com/

Villa e Klose buscam recordes pessoais no duelo eficiência x regularidade

x




David Villa e Miroslav Klose querem mais que a vaga na final da Copa do Mundo na partida entre Espanha e Alemanha, às 15h30 (de Brasília) desta quarta-feira, em Durban. Individualmente, ambos podem alcançar recordes pessoais de grande expressão. Para isso, Villa conta com a eficiência demonstrada com a camisa da Fúria, enquanto Klose aposta na regularidade que já o alçou a lugar de destaque na história do Mundial.

VILLA X KLOSE

4 Assistências 0
177 Bolas recebidas 64
18 Dribles 3
13 Faltas recebidas 4
23 Finalizações 12
5 Gols 4
101 Passes certos 48
27 Passes errados 9
78,9% Aprov. de passes 84,2%


O objetivo do alemão (polonês de nascimento) é igualar Ronaldo como maior artilheiro das Copas. Ele tem 14 gols, um a menos que o brasileiro. Fez cinco gols em 2002, mais cinco em 2006 e já deixou sua marca quatro vezes na África do Sul. Esbanjou regularidade para ser o principal goleador da última Copa e o vice da edição disputada na Coreia do Sul e no Japão.
“Quero fazer cinco gols nesta Copa do Mundo. Se conseguir seis, ficarei muito feliz. Espero que Ronaldo não tenha medo de mim. Nos falamos depois da final do Mundial de 2002 e não imaginava que iria chegar perto desta situação”, destacou Klose, autor de dois gols no último domingo, na goleada por 4 a 0 sobre a Argentina pelas quartas de final.
Do outro lado, Villa ainda não tem tanta história na Copa, mas luta para isso. Com cinco gols marcados na atual edição (fez três em 2006), ele é o principal artilheiro, empatado com o holandês Sneijder. Mais um gol o fortalece nesse briga e já lhe garante um recorde nacional.
O atacante do Valencia tem 43 gols e está a um de se igualar a Raúl como o principal goleador da seleção espanhola. Ele chegou a essa marca em 58 jogos, atingido boa média de 0,74 por partida. Para efeito de comparação, Raúl precisou de 102 partidas para fazer os 44 gols (média de 0,43).
“Villa é um jogador excepcional. Ele é tecnicamente muito forte e ágil. Villa é muito difícil de parar quando está só com um zagueiro na sua frente. Nós temos que fazer a mesma coisa que fizemos com o Messi”, recomendou Klose, de 32 anos. O espanhol tem 28.
Villa chegou à Copa em melhor fase que o alemão. Fez 34 gols em 53 jogos na última temporada e foi titular absoluto do Valencia (ficou apenas uma partida no banco durante o Espanhol). Klose, por sua vez, totalizou 44 jogos na última temporada pelo Bayern, saindo do banco em 23.
“O Klose teve problemas no Bayern nos últimos anos, mas sempre rende pela seleção. Ele sabia que precisava treinar duro para se preparar e que estava sem ritmo, mas nunca foi necessário dizer isso ao Klose. Não é nenhuma surpresa que ele esteja fazendo gols”, elogiou o técnico da Alemanha, Joachim Low.
Ex-companheiros de Real Madrid, Ronaldo e Raúl têm motivos de sobra para acompanhar a semifinal entre alemães e espanhóis nesta quarta-feira e torcer pela manutenção de seus recordes. Já Villa e Klose farão de tudo para frustrar os dois "secadores".
POR: uol esportes

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Novo limite de contratações esfria interesse da Lazio por Hernanes


Anunciada na semana passada pela Federação Italiana de Futebol (FIGC), a redução do limite de contratação de jogadores extracomunitários por equipes italianas deverá impedir a transferência de Hernanes para a Lazio. De acordo com a nova legislação local, cada equipe só poderá contratar um jogador de fora da União Européia por temporada.

A equipe romana já fez tal contratação: é o lateral direito Pablo Pintos, uruguaio que veio do San Lorenzo-ARG. Outros dois atletas já chegaram, o uruguaio Álvaro González e o australiano Mark Bresciano, mas ambos têm passaporte italiano. A ideia da Lazio era registrar os três nesta segunda-feira na Liga, mas a diretoria optou por adiar o registro do lateral. A equipe já tem no elenco dois jogadores para esta posição.

Em entrevista ao jornal italiano La Reppublica, o presidente da Lazio, Claudio Lotito, afirmou que, com a indefinição de Pintos, as negociações com outros atletas que não têm passaporte europeu, como é o caso de Hernanes, terão de aguardar “indefinidamente”. A diretoria do clube alvi-celeste deverá primeiro definir a situação do uruguaio. Ela estuda inclusive emprestá-lo de volta ao San Lorenzo, mas não tem ainda o entendimento jurídico desta possibilidade, já que o atleta teria que ser registrado pelo clube para poder ser repassado.

Ainda que consiga realizar novas contratações de extracomunitários, Hernanes não é prioridade. O também brasileiro Ederson, do Lyon, que ocupa a mesma faixa de campo que o são-paulino, está na mira da diretoria alvi-celeste e declarou no final de semana que sempre torceu pela Lazio e que tal transferência seria muito bem-vinda.

Se a transferência se concretizar, outro mercado seria aberto para Hernanes: justamente o Lyon, que tenta abrir espaço em seu elenco para a contratação de um não-comunitário. Assim, o são-paulino chegaria à equipe francesa para tentar substituir o ídolo Juninho Pernambucana, algo que Ederson não conseguiu. Ele teria, porém, a concorrência de Paulo Henrique Ganso, também desejado pela diretoria leonina.

Além de Ederson e de Hernanes, o mexicano Pablo Barrera e o uruguaio Albín são os outros extracomunitários na mira da Lazio.

por:Do UOL Esporte
Em São Paulo

Sem astros, Fla volta 'baterias' novamente a Ronaldinho Gaúcho


O sonho segue vivo e, desta vez, é mais sério do que nunca. O Flamengo, que perdeu sua badalada dupla Adriano/Vagner Love, voltou suas atenções novamente a Ronaldinho Gaúcho. A intenção do clube é contar com o jogador por, ao menos, um ano. O valor por este tempo de contrato seria em torno de R$ 10 milhões e grande parte do investimento seria feito por uma empresa de telefonia, provável nova parceira rubro-negra.
A negociação não está sendo conduzida pelo diretor executivo de futebol, Zico, mas diretamente pela presidente do clube, Patricia Amorim. Até o momento, houve três reuniões para tratar o assunto. Em uma delas, o jogador participou. Ele está de férias no Rio de Janeiro.
Apesar de existir o desejo do jogador de atuar pelo time da Gávea, a concorrência de outros dois clubes e o contrato com o Milan-ITA (há um ano do término) jogam contra o Flamengo. Mesmo assim, a diretoria segue em processo de negociação.
O primeiro clube a demonstrar interesse foi o Olympiacos-GRE, mas o que realmente mexeu com Ronaldinho Gaúcho foi uma pomposa proposta do futebol americano. O Los Angeles Galaxy está disposto a investir pesado para contar com o craque.
Patricia Amorim tem mantido conversas com o irmão e empresário de Ronaldinho, Assis. O agente, contudo, está viajando. Com isso, a presidente espera que ele retorne ao Brasil para que possa tentar mais um passo para concretizar a negociação.
O nome de Ronaldinho ronda a Gávea desde o ano passado. A diretoria tentou negociar com o jogador por diversas vezes, mês o desejo de se destacar na Europa e, assim, ‘cavar’ vaga na Copa do Mundo, foram mais fortes, e fizeram o jogador seguir firme no Milan.
Com a copa finalizada para o Brasil e sem tanta motivação em Milão, Ronaldinho vê com muito bons olhos a possibilidade de se mudar para o Rio de Janeiro, destino rotineiro de suas férias e onde tem uma série de amigos.


Por:Bernardo Coimbra e Bruno Rousso
No Rio de Janeiro

sábado, 3 de julho de 2010

Felipão descarta seleção brasileira e diz pensar somente no Palmeiras

Após o fim do ciclo de Dunga à frente da seleção brasileira, o nome de Luiz Felipe Scolari surgiu entre os candidatos a substituir o treinador. Felipão, que assume o Palmeiras após a Copa do Mundo da África do Sul, reafirmou ter interesse em comandar uma seleção na próxima Copa, em 2014, mas disse que só vai pensar nisso ao final de seu compromisso com o Palmeiras, em 2012.

Campeão mundial com o Brasil em 2002 e quarto colocado com Portugal em 2006, Felipão ainda não assinou contrato com o Palmeiras, mas já acertou um acordo para comandar o Verdão até dezembro de 2012. Ele admite o interesse em voltar a disputar uma Copa do Mundo, mas garante que está concentrado no trabalho com o clube paulista.

- Naturalmente, depois de encerrado o contrato, se alguma seleção se interessar em mim para tentar a classificação ou jogar o Mundial de 2014, eu acho que seria maravilhoso encerrar a carreira numa Copa. Mas hoje eu não penso em Mundial, não penso em Brasil. Penso só no Palmeiras - declarou o treinador em entrevista à Rádio Eldorado.

Scolari marcou época no Palmeiras na década de 90, quando conquistou títulos da Copa do Brasil, Copa Mercosul, Taça Libertadores e Torneio Rio-São Paulo. Por isso, o treinador mantém o respeito pelo clube.

- Estou voltando ao Palmeiras, que é um clube que marcou minha vida profissional. Também existem motivos familiares envolvidos e meu pensamento está só no Palmeiras.

por:http://globoesporte

Leandro Guerreiro: 'Somos uruguaios desde criancinha'


Assim como a torcida alvinegra vibrou com o gol de pênalti do atacante "Loco" Abreu, que classificou o Uruguai às semifinais da Copa do Mundo, o elenco do Botafogo também comemorou o feito do companheiro de equipe. Segundo o volante Leandro Guerreiro, o Glorioso abraçou a campanha uruguaia e passou a integrar a torcida da Celeste Olímpica.

- Depois da eliminação do Brasil, somos uruguaios desde criancinha por causa do nosso companheiro que está na Copa. Esperamos que ele possa chegar à final e ser campeão - afirmou o volante, em entrevista à Rádio Globo.

Diferentemente da derrota da seleção brasileira contra a Holanda, pela manhã, os jogadores alvinegros não puderam acompanhar o jogo do Uruguai contra Gana, nesta sexta-feira, pelas quartas de final da Copa. A equipe treinava na hora da partida. Como a delegação deixou a Granja Comary, em Teresópolis, logo após o trabalho desta tarde, o grupo também não viu a disputa de pênaltis que decidiu a classificação dos sul-americanos.

- Assim que terminou o treino, vimos uma parte do jogo. Mas não conseguimos assistir à disputa de pênaltis. Ficamos sabendo do resultado no ônibus, descendo de Teresópolis, através do radinho e da internet - contou Guerreiro.

Ao saber que Abreu repetiu a "cavadinha" que usou para bater o Flamengo na decisão da Taça Rio, o capitão do título carioca se divertiu.

- O apelido "El Loco" caiu bem nele. Só o Abreu para bater um pênalti daquele jeito.

Por GLOBOESPORTE.COM
Rio de Janeiro

Podem comprar televisão, hermanos: Alemanha goleia o time de Maradona


A torcida argentina comemorou bastante a eliminação do Brasil na sexta-feira, mas a festa dos hermanos não durou mais que um dia. Desta vez, a Alemanha não precisou de pênaltis e nem de sofrimento, como em 2006: sem dar chances ao time de Diego Maradona, os alemães aplicaram um chocolate inapelável por 4 a 0 na Cidade do Cabo e estão classificados para a semifinal da Copa do Mundo, contra a Espanha. Como disse o diário “Olé” para os brasileiros, os argentinos agora também podem comprar uma televisão para assistir ao restante do Mundial no conforto do sofá de casa.


Maradona desfilando sem roupa no Obeslico em Buenos Aires? Fica para a próxima.

Klose vibra, Messi lamenta: a Alemanha despacha a Argentina e avança às quartas de final (Foto: AP)Na última Copa, a Alemanha também eliminou a Argentina nas quartas de final, mas com uma sofrida decisão por pênaltis. Neste sábado, no Green Point, não deu nem tempo de roer as unhas: Müller abriu o placar antes do terceiro minuto de jogo e fez o gol mais rápido do torneio na África do Sul. Depois recebeu um cartão amarelo e está fora da semifinal. Klose marcou duas vezes e agora tem 14 em Copas, um a menos que o recorde de Ronaldo. O zagueiro Friedrich também deixou o seu. Schweinsteiger não marcou, mas foi o maestro do time e acabou sendo eleito o melhor da partida pelos internautas no site da Fifa.

A torcida argentina era maioria no estádio, mas quem riu por último foi o meia Michael Ballack, que ficou fora da Copa por contusão, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, ambos presentes no estádio. Melhor jogador do mundo em 2009, Lionel Messi teve atuação apagada e deixou a competição sem nenhum gol marcado.

A seleção de Joachim Löw enfrenta agora a Espanha, que bateu o Paraguai por 1 a 0. O jogo que vale vaga na decisão está marcado para quarta-feira, em Durban. Um dia antes, Uruguai e Holanda decidem na Cidade do Cabo o primeiro finalista.

Gol relâmpago


A Alemanha parecia com pressa para abrir o placar. Parecia, não. Realmente estava. Com exatos 2m38s no relógio, Schweinsteiger cobrou falta, Otamendi ficou parado, Müller subiu e tocou de cabeça. A bola bateu na perna do goleiro Romero, que estava mal posicionado, e entrou: 1 a 0, gol mais rápido da Copa do Mundo.

Oficialmente, a Fifa arredonda para cima e considera a marca como 3 minutos. O inglês Gerrard fez aos 3m31s contra os Estados Unidos, mas na súmula aparece 4. Agora, Müller está ao lado de Higuaín (Argentina), David Villa (Espanha), Vittek (Eslováquia) e Sneijder (Holanda) no topo da artilharia do Mundial, com quatro gols.

O 1 a 0 no placar deixou a Alemanha ainda mais confiante e deu uma pane na Argentina. Principalmente pelo lado direito da defesa de Maradona. Perdido em campo, Otamendi levava um baile de Podolski. O lateral argentino ainda levou cartão amarelo aos 11, por falta em Friedrich no campo de ataque. Um exemplo de que nada dava certo para os hermanos aconteceu aos 16: Tevez tentou puxar contra-ataque, mas se enrolou, perdeu a bola e a chuteira, que ficou no gramado. Na beira do campo, o Pibe olhava de braços cruzados. O que fazer?

Na arquibancada, a maioria argentina resolveu “jogar” aos 20. Os torcedores pulavam e cantavam, mas os jogadores não correspondiam em campo. Culpa da Alemanha, que tinha uma defesa muito bem montada por Joachim Löw e era perigosa na frente. Como aos 23, quando Heinze se enrolou ao tentar cortar um passe, Müller invadiu a área e rolou para Klose, que bateu por cima.

fonte:http://globoesporte.globo.com/jogo/copa2010/2010-07-03/argentina-alemanha.html

terça-feira, 29 de junho de 2010

Correa e Val Baiano serão apresentados nesta quarta-feira ao mengão

Os dois últimos reforços negociados pelo Flamengo serão apresentados nesta quarta-feira, em Itu, onde o elenco começou a treinar nesta terça-feira. Correa e Val Baiano realizaram exames médicos ao longo do dia e viajam por volta de 12h (horário de Brasília) de quarta para encontrar os novos companheiros no interior paulista.

Correa tem contrato até julho de 2011. O Flamengo pagou cerca de R$ 360 mil ao Dínamo de Kiev pelo empréstimo. Como tem contrato com o Atlético-MG até esta quarta-feira, o volante deve poder jogar a partir de julho por não estar sendo confgurada uma tranferência internacional.

Já Val Baiano, cujo tempo de contrato ainda não foi divulgado, está vindo apenas por luvas e salários, pois teve o contrato rescindido com o Monterrey, do México. Ele é o único reforço para o setor de ataque trazido pela diretoria até o momento.

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo

Especialista em duelos entre Brasil e Holanda, Zagallo alerta sobre Robben

Zagallo enfrentou a Holanda três vezes em Copas:
duas vitórias e uma derrota (Foto: O Globo)
Mário Jorge Lobo Zagallo. Poucos podem resumir como ele o quanto é duro um jogo decisivo de Copa do Mundo entre Brasil e Holanda. Nas três vezes em que as seleções se esbarraram, estava no banco de reservas. Ganhou mais do que perdeu, que fique claro. Em 1974, quebrou a cabeça para tentar conter um time fantástico, sofreu, lutou, mas saiu derrotado. Comemorou em outras duas oportunidades: 1994 e 1998.

- A Holanda tem demonstrado sempre que é um adversário difícil para nós, como foi em 74, 94 e 98 – lembra, por telefone.

GALERIA DE FOTOS: imagens de confrontos entre Brasil e Holanda em Copas

O quarto confronto será na próxima sexta-feira, em Porto Elizabeth. A Laranja atual é diferente daquelas que Zagallo enfrentou. É menos encantadora e mais pragmática. Inspira cuidados de qualquer forma. O Velho Lobo, que tem assistido a todos os jogos do Mundial da África do Sul, diz que a Holanda está sempre no caminho brasileiro e faz um alerta sobre um jogador em especial.

A Holanda tem demonstrado sempre que é um adversário difícil para nós, como foi em 74, 94 e 98"Zagallo- Eles têm bons jogadores, principalmente o Robben, o camisa 11 (atacante). Eles ficam como se não quisessem nada, mas fazendo marcação próxima, com o grupo todo atrás. Quando roubam a bola, partem em velocidade. O Robben recebe passe em diagonal na direita, faz o drible para dentro e chuta com a canhota. Ele marcou um gol contra a Eslováquia e quase fez um segundo. A jogada mais importante é essa, que deve ser feita nas costas do Michel (Bastos). Não podemos dar chance e temos de tomar conta do Robben. Mas também há o Sneijder, o camisa 10, que sabe jogar. O Elia também é um jogador hábil, que tenta o drible e vai para cima – frisou.

Com a confiança de sempre, Zagallo acredita que a seleção brasileira tem plenas condições de avançar contra um adversário forte. Especialmente pelo crescimento do trio ofensivo com Kaká, Robinho e Luis Fabiano.

- O Brasil tem de saber encontrar os espaços quando roubar a bola. Se a Eslováquia, que era um time que não sabia penetrar, conseguiu chances de empatar o jogo que era mais dos holandeses, nós temos mais condições, pelo time, pelo conjunto. Estamos em vantagem. Perdemos uma vez e ganhamos duas em Copas. Sabemos que o Brasil está em evolução técnica e tática. Pode ser um jogo difícil, mas o time tem condições de ganhar – opinou.

Memórias de Zagallo: Brasil x Holanda em Copas

Em 74 e 98, Zagallo enfrentou os holandeses como treinador. Em 94, era coordenador técnico da seleção brasileira. Dava suporte ao técnico Carlos Alberto Parreira. Guarda muitos momentos de emoção deste confronto.

1974: Holanda 2 x 0 Brasil

Laranja Mecânica, Carrossel Holandês... foram vários os nomes dados àquele timaço vice-campeão, que eliminou o Brasil nas semifinais por 2 a 0, gols de Neeskens e Cruyff, mas perdeu a final para a anfitriã, a Alemanha de Franz Beckenbauer.

Fala, Velho Lobo: "Apesar de termos saído tricampeões em 70, perdemos a base do time para a Copa de 74. Enfrentamos a melhor equipe naquele momento. Era a base do time do Ajax, a famosa Laranja Mecânica, que tinha um time de tática, de técnica, jogadores considerados craques, inteligentes. Foi uma seleção que inovou com uma mudança tática dentro do futebol mundial. Digo isso porque foi a melhor seleção que a Holanda teve em Copas do Mundo. Eles se agrupavam para fazer a linha de impedimento. Quando alguém pegava a bola, eles fechavam para tomar conta dela. Se você quisesse passar, tinha que ser para quem viesse de trás. Se tentasse na frente, os atacantes ficavam impedidos. Conseguimos em duas chances no primeiro tempo, poderíamos ter feito dois gols, mas não fizemos. Depois eles fizeram dois gols. Não vi outra equipe tentar fazer aquela movimentação. A Holanda de 74 taticamente foi a melhor equipe dentro do futebol mundial. O Brasil em 70 foi fabuloso, mas jogando aquilo que nós estávamos acostumados a fazer."

1994: Brasil 3 x 2 Holanda


Nos Estados Unidos, a seleção fez o jogo das quartas de final parecer fácil quando abriu dois gols de vantagem com Romário e Bebeto. Só que Bergkamp e Winter empataram. Até que Branco brilhou, aos 36 minutos do segundo tempo. O tetra estava a caminho.

Fala, Velho Lobo: "Parecia que estava definido. Parreira e eu estávamos no banco, nos olhamos e demos aquele suspiro de alívio. Quando menos se esperava, eles empataram o jogo no segundo tempo, fizeram 2 a 2. Felizmente nós tivemos uma cobrança maravilhosa do Branco, de longa distância. A bola ainda bateu na trave por dentro, no cantinho. Acabamos ganhando o jogo por 3 a 2 num sufoco tremendo".

1998: Brasil 1 (4) x 1 (2) Holanda

Quatro anos depois, na França, um reencontro épico. A Laranja Mecânica foi adversária brasileira nas semifinais da Copa. No tempo normal, Ronaldo abriu o placar, e o perigoso Kluivert empatou no fim. A igualdade persistiu na prorrogação. Nos pênaltis, Taffarel brilhou e defendeu duas cobranças.

Fala, Velho Lobo: "A Holanda vai ser sempre uma pedra na nossa chuteira. Em 98, ganhávamos o jogo e tomamos o gol aos 44 do segundo tempo. Depois veio a prorrogação, e o jogo foi para os pênaltis. Ficou aquela imagem em que eu converso com cada um em campo, dizendo que ganharíamos novamente. Disse que havíamos vencido em 94 e que conseguiríamos de novo. Acabamos ganhando".

Holanda atual lembra a de 1998

Zagallo considera a Holanda de 1974 incomparável. Única, segundo ele. Para o tetracampeão mundial, a equipe de 2010 é menos talentosa, mas lembra um pouco a de 1998, principalmente por ser igualmente difícil.

- Está mais perto do time de 1998, com essa jogada em que roubam a bola e saem numa velocidade impressionante. As duas foram difíceis. Tanto a de 1994 quanto a de 1998. Foram jogos dificílimos. Se é difícil para nós ganharmos, tenho certeza de que será muito mais para eles - afirmou, com a velha e inabalável confiança


http://globoesporte.globo.com/futebol/selecao-brasileira/noticia/2010/06/especialista-em-duelos-entre-brasil-e-holanda-zagallo-alerta-sobre-robben.html
Rio de Janeiro